Artigos RH do futuro: saiba as principais tendências
RH do futuro: saiba as principais tendências

Com tantas transformações no mercado, a atuação na gestão de pessoas precisou ser reformulada. Entre nova postura e diversas tendências, listamos para você o que é preciso saber para garantir a eficiência e produtividade do setor!

Com a pandemia, o mundo mudou em uma velocidade astronômica e todos os setores foram afetados. A tecnologia se tornou parte vital do cotidiano das pessoas e das empresas. E é normal que, com tantas mudanças, a gente se pergunte: e agora?

No setor do departamento pessoal essa realidade não é diferente. Junto ao processo de digitalização, novas perspectivas foram criadas para a gestão de pessoas, que, sobretudo, se tornou um braço estratégico dentro das empresas.

De acordo com um levantamento da KPMG, 70% dos executivos que trabalham no segmento reconhecem a importância da transformação da força de trabalho na área. Além disso, 67% deles estão dispostos a investir na transformação digital.

No meio de tantos novos panoramas para a gestão de pessoas, fica fácil se perder. Por isso, separamos algumas das principais tendências, transformações e inovações sobre o RH do futuro que você precisa conhecer. Acompanhe!

O que é e o que esperar do RH do futuro?

O RH sempre foi visto como um departamento burocrático, focado em papeladas de contratação e demissão de funcionários. Porém, como reflexo do avanço da tecnologia, a área expandiu seu escopo, tornando a atuação do profissional mais estratégica.

Entre as principais mudanças, o departamento pessoal se tornou mais humano, operando no reforço da cultura organizacional, retenção de talentos e impactando na melhora da produtividade e do ambiente laboral.

Essa visão mais social é, sobretudo, uma mudança de mindset, onde o capital humano se tornou a prioridade principal do departamento. Assim como gestores de negócios entenderam a importância da experiência do consumidor, a gestão pessoal vem focando a atuação na experiência do colaborador.

Ou seja, na criação de condições que alinhem as metas organizacionais com as necessidades mais significativas para os colaboradores. Para isso, a tecnologia vem sendo um recurso imprescindível, já que permite ao profissional da área voltar sua atenção para o desenvolvimento de pessoas.

Confira abaixo as principais tendências que surgiram para o setor de gestão de pessoas:

Automação de processos

Segundo a pesquisa realizada pela KPMG 53% dos gestores de RH pretendem aprimorar a automação das tarefas. E, diferente do que se imagina de uma realidade futurística, isso não significa que robôs vão “roubar” o lugar dos profissionais da área.

A automatização de processos são ferramentas ou plataformas que surgiram com a necessidade de reduzir processos burocráticos. Mais do que melhorar a performance, eles auxiliam na rapidez, agilidade e produtividade do departamento pessoal.

A tendência é uma forma de reduzir tempo em retrabalhos ou em atividades operacionais. Alguns exemplos de automação são os softwares de gestão de RH, ponto digital ou as plataformas integradas, que permitem o acompanhamento de solicitações de férias, entrega de atestados, entre outras atividades tradicionais do setor.

RH de alto impacto

O RH de alto impacto é mais uma tendência que acompanha as novas tecnologias e tornam a atuação do setor mais estratégico. Por meio dessa metodologia os profissionais buscam empoderar os times por meio da tecnologia, utilizando-a para conhecer as necessidades dos colaboradores e tornar a comunicação mais eficiente.

Ele visa adaptar o local de trabalho às transformações do mundo digital, apoiando o desempenho em dados para identificar as formas mais eficazes de engajar os funcionários e aumentar a produtividade.

Segundo uma pesquisa da Deloitte, contar com um RH de alto impacto é fundamental para empresas que buscam empreender novas mudanças de maneira mais rápida, acelerando as adequações do mercado. O que torna o setor mais ágil e competente na redução do turnover, por exemplo.

Machine Learning

Lembra quando falamos que os robôs não vão tomar o lugar dos profissionais? Isso continua sendo uma verdade. Porém, utilizá-los dentro das estratégias do departamento pessoal pode ser uma vantagem inteligente.

O Machine Learning é um subcampo da inteligência artificial, também conhecido como aprendizado de máquina, onde a tecnologia ensina a reproduzir e imitar o comportamento humano.

A ferramenta é uma forma de otimizar o processo de gestão de talentos, atrair profissionais e reter os colaboradores. Por exemplo, por meio dela, o onboarding se torna digital, orientando o funcionário sobre as políticas da empresa e as dúvidas mais comuns.

Dessa forma, o departamento de recursos humanos não precisa despender seu tempo para fazer um processo individual de aprendizagem com o novo colaborador. Outras vantagens listadas pelo relatório “The Business Case for AI in HR”, da IBM, são:

  • Resolver desafios de negócios urgentes;
  • Melhorar a experiência do funcionário;
  • Fornecer suporte (dados) para a tomada de decisão na gestão de talentos;
  • Otimizar o budget de RH.

People Analytics

O uso de dados se tornou um must para o mercado. Diferentes frentes de negócios podem utilizar a coleta, tratamento e análise de dados para aprimorar a gestão. No RH isso não é diferente. 

O People Analytics é um método voltado para a antecipação de tendências e aperfeiçoamento de estratégias. Com ele é possível atuar com o melhoramento da baixa retenção ou o turnover de contratações recentes, por exemplo.

Além disso, também é possível compreender o comportamento dos funcionários, realizar pesquisas de satisfação, acompanhar o desempenho e produtividade dos colaboradores, medir o nível de motivação, entre outras informações proveitosas para potencializar a atuação dentro do setor.

Conclusões

O futuro é digital e, cada vez mais, o RH também será. Isso porque as ferramentas tecnológicas são uma alternativa eficaz para que os profissionais do setor possam focar suas atividades no que mais importa dentro da organização: as pessoas.

Com um mercado cada vez mais competitivo, o RH do futuro volta sua atenção à criação de um ambiente laboral que valoriza seu capital humano, contribuindo para a retenção dos talentos e o engajamento deles com as empresas.

Por isso, as ferramentas tecnológicas são um recurso tão importante. Analise essas tendências e avalie quais delas podem ser uma realidade para a sua empresa!

Pronto para ser mais um case de sucesso?